Morar no Paranoá é bom?

Morar no Paranoá é bom?

Por meio da Lei nº 4.545, foi criada a 7º Região Administrativa do Distrito Federal, o Paranoá. Porém, apenas em 25 de outubro de 1989, por meio do Decreto nº 11.921, foram fixados os novos limites e a transferência do registro para a área definitiva da RA.

A região originou-se do acampamento dos pioneiros que trabalharam na construção da Barragem do Lago Paranoá nos anos 50, chamada Vila Paranoá. Depois de finalizar a obra, os pioneiros continuaram no local, e outros imigrantes ocuparam a área próxima à antiga vila, de forma desordenada.

Veja abaixo algumas informações que separamos para você saber como é morar no Paranoá.

O que você irá ver neste Texto


Caracterização da População Urbana

O Paranoá possui cerca de 48.020 habitantes, de acordo com a pesquisa divulgada em 2015 pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (CODEPLAN). Dentro disso, 52,76% são mulheres e 47,24% são homens.

A faixa etária de destaque na região é de 25 a 39 anos (25,64%). Atrás, estão os habitantes de 40 a 59 anos, que somam 21,42% da população.

Já em relação ao estado civil, a maior parte da população é casada ou está em união estável (46,38%). Logo após, estão os solteiros, que correspondem a 32,74%.



Migração

O grande fluxo migratório durante a construção de Brasília traz como resultado os 47,77% de imigrantes que moram na RA. O estado mais representativo na região é Bahia.

Dentre os motivos da mudança, 54,79% dos imigrantes vieram acompanhar parentes. Já 34,51% chegou à procura de trabalho.



Tempo de Moradia

Por ser uma região antiga da capital, a maioria da população reside há 25 anos ou mais no Paranoá (38,27%). Dentro da população da RA, 22,80% morou anteriormente em outra região administrativa.



Instrução e Trabalho

É uma região com o índice de instrução baixo. Além disso, a taxa de alfabetização é de 95,97%.

Os que possuem ensino fundamental incompleto representam 42,44%. Em seguida, os que têm ensino médio completo resultam em 18,23% da população.

A maioria da população não frequenta instituições de ensino (70,09%). Os que ainda estudam somam 30,21% do público dentro das escolas de ensino público e privado da região.

Além disso, 49,27% exerce alguma atividade remunerada. Já o restante está dividido entre aposentados, estudantes e desempregados.

A Região Administrativa possui uma taxa de desemprego de 2,24%. Enquanto isso, no quesito ocupação do público da região, tem-se destaque nos setores de Comércio (38,23%), Serviços Gerais (16,57%) e Serviços Domésticos (10,05%).



Renda Familiar e Renda Per Capita

A renda domiciliar média da população do Paranoá é de R$ 2.691,78. Já a renda per capita chega aos R$ 866,48.



Características dos Domicílios

Visto que a população do Paranoá é de 48.020 habitantes e atualmente há 13.349 domicílios urbanos, a média de moradores por moradia é de 3,6 pessoas.  

A RA possui 1.589 apartamentos e 11.385 casas. Dentre os domicílios da região, o Portal DF Imóveis possui 18 imóveis para venda e 1 para alugar.



Educação

A estrutura educacional pública é composta pelas seguintes instituições, que abrangem todos os níveis do ensino regular, ou seja, desde o maternal até o ensino médio:

  • 1 Centros de Ensino Fundamental
  • 2 Escolas Classes


Transporte

O ônibus coletivo é o principal meio de transporte no setor, 55,67% da população o utiliza. Já os moradores que utilizam o automóvel – segundo meio mais utilizado, representam 23,23%.

O Paranoá não possui estações de metrô. Mas a RA conta com 54 linhas de ônibus que atendem os moradores.



Segurança

Entre os departamentos de segurança pública, estão a 6º Delegacia de Polícia Civil do Distrito Federal, o 20º Batalhão de Polícia Militar, além do 10º Grupamento de Bombeiro Militar.



Saúde

Além do Hospital Regional do Paranoá, a região conta também com 8 Unidades Básicas de Saúde e 1 Centro de Atenção Psicossocial.



Cultura e Lazer

Em 2015, Januário Jr. gravou o curta-metragem “A vida tem dessas coisas” no Paranoá. O diretor, também residente da RA, quis mostrar as coisas belas e humanas do local, diferentes da coisas negativas que apresentam sobre a região.

O Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá (Cedep) também está presente na região e atua em ações socioculturais como aulas de inglês, inclusão digital, oficina de mosaico e dança afro, por exemplo.

Gostou do Paranoá? Encontre seu imóvel através do Portal DF Imóveis.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *