Cidades mais e menos seguras do DF: saiba quais são.

Cidades mais e menos seguras do DF: saiba quais são.

Brasília possui esferas diferentes quando se trata da criminalidade local. De um lado, há cidades seguras no DF, com índices baixos de violência. Enquanto outras regiões obtiveram taxas altas.

O território de violência no Distrito Federal é dividido em áreas mais seguras e menos seguras. Aliás, nas cidades seguras do DF, onde concentram-se as regiões mais nobres, a criminalidade é baixa e quase não há homicídios. Já nas cidades situadas na periferia de Brasília a situação é diferente, as ocorrências de crimes são mais frequentes, praticamente diariamente.

Mais seguras

Estão na lista das cidades com maior segurança: Lago Sul, Park Way, Octogonal e Sudoeste. Em síntese, as estatísticas dessas regiões são equivalentes a países na Europa.

Só para ilustrar, entre 2014 e 2016 não houve nenhum registro de homicídio nessas regiões mais valorizadas de Brasília. Inclusive, neste link, escrevemos sobre os setores mais valorizados de Brasília, confira. O perfil dos moradores dessas áreas é altamente organizado e elitista. Isso porque são pessoas atuantes no serviço público, autoridades ou empresários, onde a renda per capita gira entre 6 mil e 8 mil reais.

Ao mesmo tempo, deve ser considerado o nível de instrução do público desses setores; a maioria possui ensino superior completo, cursando alguma especialização, mestrado ou doutorado.

Além disso, há outras localidades como Lago Norte, Plano Piloto, Águas Claras e Cruzeiro, que possuem taxas baixas de violência e se igualam a países europeus.

De acordo com especialistas em segurança pública, os números baixos de ações violentas devem-se ao estilo de vida nesses locais. No Lago Sul, Park Way, Octogonal/Sudoeste não há terminais de ônibus, pois, normalmente, os moradores possuem veículo particular.

Com o intuito dessas regiões serem formadas por residências, com ocupações horizontais (casas), verticais (apartamentos) e pouco comércio, os moradores são os frequentadores desses locais. Ou seja, pessoas desconhecidas e que não frequentam a localização são facilmente detectadas.

Afinal, a ONU – Organização das Nações Unidas – declarou que Brasília, considerando os setores mais nobres (as cidades seguras DF), entra na lista mundial dos dez melhores números do IDH (Índice de Desenvolvimento Urbano).


Menos seguras

Se a primeira esfera carrega estatísticas positivas sobre a criminalidade de Brasília. Em contrapartida, na segunda, infelizmente, o ambiente não é tão favorável.

Em primeiro lugar no ranking de criminalidade do DF, números mostram que a região mais perigosa do DF é a Fercal, localidade próxima a Sobradinho. O local é uma região pequena da cidade, com cerca de 9 mil habitantes.

Embora a Fercal esteja a 30 quilômetros do Plano Piloto, ela já registrou 45 mortes violentas para cada 100 mil habitantes. Essa estatística, de 2016, deixou a região administrativa com o aspecto de violência equivalente a cidades da Nicarágua e de El Salvador. Nesses países já ocorreram registros de 45 a 90 assassinatos por grupo de 100 mil habitantes por ano.Na região administrativa, a renda per capita mensal gira em torno de R$ 670. Por isso, a média domiciliar chega a R$ 2,4 mil mensais.

Em segundo lugar do ranking, a região do Paranoá apresenta cerca de 33 mortes por grupo de 100 mil habitantes/ano. A relação entre renda per capita e alta criminalidade também é visível, a renda per capita mensal da região é de R$ 963. Logo abaixo do Paranoá, em terceira posição no ranking de criminalidade, fica para a Estrutural, com 28 mortes violentas e com renda per capita de R$ 548 por mês.

Mais informações do que você precisa saber sobre o Distrito Federal está aqui, no Portal DF Imóveis.

One Reply to “Cidades mais e menos seguras do DF: saiba quais são.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *