• 21 de fevereiro de 2024
  • Last Update 20 de fevereiro de 2024

Dicas para Alugar um Imóvel sem Precisar de Fiador ou Caução

Ter um fiador ou caução são as formas de garantia mais requisitadas nos aluguéis, mas nem sempre são fáceis de conseguir, o que pode gerar desconfortos ou desistências por parte dos locatários. 

O fiador é aquele que se responsabiliza pelo pagamento da dívida caso o locatário não pague os valores do aluguel. Na caução, por sua vez, o inquilino paga um valor definido para o locador logo após a assinatura do contrato. Esse valor pode se dar por meio de bens, títulos, ações e dinheiro. No caso do pagamento em dinheiro, o total não pode ser superior a três meses de aluguel. 

Para alguns locatários, essas garantias podem ser bastante burocráticas e dificultar a realização de um negócio. Considerando isso, a redação da DFimoveis.com separou algumas dicas que podem ser úteis para tentar conseguir um imóvel sem precisar de fiador ou caução. Confira! 

Pesquise por outras opções de garantia

Ao conhecer outras opções de garantia, você terá a oportunidade de analisar qual se encaixa melhor no seu perfil e às suas possibilidades financeiras. Dessa forma, você estará mais preparado para negociar com o locador e, se for possível, solicitar a utilização de outra forma de garantia. 

Existem diversas alternativas além da fiança e caução, mas as mais conhecidas são: seguro fiança, títulos de capitalização e cartão de crédito. No seguro fiança, o inquilino faz a contratação de uma seguradora, que fica responsável por garantir o pagamento do aluguel, caso haja inadimplência. 

Algumas imobiliárias oferecem a opção de títulos de capitalização, que é uma forma de garantia em que, após a assinatura do contrato, se realiza a aquisição de um título de capitalização por meio de uma instituição financeira ou seguradora. O valor funciona como uma reserva, caso o inquilino não consiga arcar com o aluguel. Se cumprir corretamente com o pagamento até o final do contrato, ele pode reaver o valor do título. 

Já o uso do cartão de crédito é uma opção menos burocrática e mais prática que as anteriores, mas o inquilino deve passar por uma análise de sua condição financeira para obter a aprovação do crédito, além de ter o limite do cartão comprometido. 

Pesquise por imobiliárias que não exigem fiador ou caução

Com o objetivo de diminuir os casos de desistência por parte dos inquilinos, algumas imobiliárias têm adotado alternativas mais flexíveis, não exigindo fiador ou caução. No lugar, são oferecidas outras modalidades de garantia, como o seguro fiança, ou até mesmo dispensam qualquer forma de fiança, sendo realizada apenas uma análise de crédito para confirmação da renda e confirmar a capacidade de pagamento.

Essas alternativas trazem diversas vantagens, como menos burocracia na aprovação do aluguel, rapidez nas negociações e um maior acesso à moradia, o que torna o processo de aluguel mais inclusivo.  

Considere realizar a locação com base em negociação e idoneidade    

Se houver a possibilidade, uma excelente alternativa é considerar realizar a locação direta com o proprietário do imóvel com apoio de um(a) Corretor/Imobiliária. Essa opção oferece mais flexibilidade e aumenta as chances de conseguir uma negociação que não envolva fiador ou caução. 

O Segredo aqui é discutir as condições do aluguel de forma ágil e transparente e demonstrando sua idoneidade financeira e responsabilidade como inquilino com pagamentos e demais compromissos.

Em resumo, alugar um imóvel sem fiador ou caução pode oferecer algumas vantagens para o inquilino, como a flexibilidade, acessibilidade financeira, e redução de burocracias. Ao seguir essas dicas, é possível encontrar uma alternativa que corresponda às suas expectativas de maneira satisfatória. 

Related Articles