Estação Cultural T-Bone: referência em Brasília

Estação Cultural T-Bone: referência em Brasília

Localizado na Asa Norte, a Estação Cultural T-Bone surgiu da paixão de Luiz Amorim pela cultura, em especial, a literatura. Alfabetizado aos 16 anos, o primeiro livro que leu foi um gibi e, com isso, surgiram novos ideais.

Trabalhando em um açougue, pouco a pouco, Amorim juntou suas economias. Assim, conseguiu comprar o local, passando de funcionário para dono.

Ainda no começo, o açougue possuía uma prateleira com dez livros, que emprestava aos clientes que aguardavam a mercadoria. Com o passar do tempo, a prateleira se tornou uma biblioteca referência na capital, e foi rebatizada como Estação Cultural.

O objetivo de incentivar e democratizar a leitura levou a ideia de Luiz até as paradas de ônibus. Hoje, até o Centro Cultural Banco do Brasil possui uma estação. Com isso, através do livre empréstimo e devolução, todos têm acesso à leitura, basta encontrar uma das estações pela cidade.

Além do mais, Amorim idealizou projetos como a Biblioteca Popular, a Noite Cultural T-Bone e a Bienal do B, acolhendo e valorizando a produção de artistas brasilienses de vários segmentos.

Assim, em maio deste ano, foi inaugurado, na 312 Norte, o Espaço Cultural T-Bone. O local funciona onde era o antigo escritório e depósito do açougue. A parte de cima é uma galeria de arte; já no subsolo, funciona um teatro de bolso, com capacidade para 50 pessoas.

“Vamos acolher aqui manifestações artísticas diversas, como recital de poesia, sarau, pockets shows, peças teatrais, contação de história, exibição de filmes e vídeos, lançamento de livros e discos, e exposições de pintura, escultura, fotografia”, conta Amorim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *