Espiritualidade de Brasília: conheça e se surpreenda!

Espiritualidade de Brasília: conheça e se surpreenda!

Brasília também é conhecida pela sua diversidade mística. A cidade que nasceu de um sonho profético do padre Dom Bosco, que em 1883 visionou a localização da cidade, abriga o maior número de templos religiosos por metro quadrado do país. É impossível não se surpreender com a espiritualidade de Brasília!  

Além disso, tem uma enorme variedade de comunidades, esculturas, monumentos e eventos místicos e religiosos. 

Por tudo isso, é o centro de referência da fé, da espiritualidade e do ecumenismo, que atrai seguidores dos diversos cantos do mundo em busca de paz e orientação espiritual. 

Conheça um pouco mais sobre os templos espirituais da Capital:

  • Catedral

A clássica: Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida. Projetada por Oscar Niemeyer e construída entre 1959 e 1970, o templo faz parte do conjunto inicial de edifícios que compõem o Eixo Monumental da Capital. 

A construção é composta por 16 pilares de concreto, no formato bumerangue. O templo em si, encontra-se um nível abaixo do plano de acesso, este contendo, ao longo do percurso, a presença de quatro esculturas, representando os quatro evangelistas.

Os vitrais que fazem a ligação entre os pilares de concreto, reluzem luz abundante para o interior da catedral. E no seu mais alto, pendem 3 anjos, pendurados por cabos de aço. São os 3 Arcanjos: Miguel, Gabriel e Rafael.  

  • Templo da Boa Vontade 

O Templo da Boa Vontade, fundado em 1989, possui 21 metros de altura e recebe mais de 1 milhão de visitas por ano. No topo da construção, que tem o formato de pirâmide, há uma pedra, considerada o maior cristal puro do mundo. Tal peça teria poder de purificar o ambiente, e significa o ecumenismo total e a presença unificadora de Deus. 

O interior do Templo possui muitos espaços, que são utilizados para meditar, refletir, rezar, buscar energização. Além disso, a fonte que contém em seu interior, considerada sagrada, é muito visada por visitantes, que costumam encher as garrafas e levar a água milagrosa para familiares e amigos enfermos.

  • Santuário Dom Bosco

Famoso pelos seus vitrais azuis, o Santuário São João Bosco, na 702 Sul, foi construído em 1970, em homenagem ao padroeiro de Brasília, São João Belchior. A igreja possui 80 colunas de 16 metros, decoradas com vitrais em 12 tons de azul. No centro, um lustre de 3,5 m de altura, formado por 7.400 peças de vidro murano. 

Em 2008, o santuário foi eleito pelo Bureau Internacional de Capitais Culturais (IBOCC), como uma das 7 maravilhas de Brasília, fazendo com que o Governo do Distrito Federal o incluísse na rota turística de Brasília. 

Conheça também a Ermida Dom Bosco

  • Templo Budista Terra Pura

Inaugurado em 1976, o Templo Budista Honpa Hongwanji de Brasília está localizado na Área Especial 315/316 Sul, uma das mais nobres da Capital! 

São inúmeras as atividades realizadas no local: palestras e sessões de meditação com o monge e membros da comunidade, realização de oficinas de origami e ikebana; artes marciais, yoga e tai chi; língua japonesa; eventos e datas comemorativas.

Hoje o Urabon de Brasília, conhecido como a Quermesse do Templo Budista, é uma festa tradicional da cidade, que consta no calendário oficial de festividades e recebe mais de dez mil pessoas nas oito ou dez noites de agosto.

  • Mesquita do Centro Islâmico de Brasília

A Mesquita de Brasília foi inaugurada em 1990, na 912 Norte, foi construída através do ministério de finanças do Reino da Arábia Saudita. Logo na sua entrada, há uma placa que diz:

“Projetada pelo escritório saudita Ahmad al-Rashed al-Humaid e construída pelo governo do mesmo país, sendo inaugurada em 1990.”

O templo ocupa uma área de 2.800m² e foi construída em estilo árabe saudita moderno, com linhas simples e poucos ornamentos. Possui um pátio externo, adornado com tamareiras e outras plantas típicas do mundo árabe, um salão de orações com capacidade para 1000 pessoas, e um minarete, torre de onde o muezzin chama os fiéis para as cinco orações diárias. 

Todas as sexta-feiras, a partir das 13h, ocorrem as orações, em que os visitantes podem participar. Antes de entrar no templo, os fiéis precisam passar pela ablução, que é a lavagem de partes do corpo, significando a purificação para estar com Deus, além de tirarem os sapatos. 

  • Vale do Amanhecer

Localizado na área rural de Planaltina, o Vale do Amanhecer é um lugar místico religioso, que atrai turistas do Brasil inteiro, que vão ao local em busca de equilíbrio espiritual.

O Templo foi fundado por Neiva Chaves, que instituiu, simultaneamente, a doutrina do Vale do Amanhecer. A ideologia é baseada na liberdade, onde os praticantes vão ao templo quando podem e participam dos rituais, trabalhos e orações que mais se sentem confortáveis. 

E aí, deu pra se surpreender com a espiritualidade de Brasília?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *